A casa própria é o sonho de muitos brasileiros. Ter um cantinho confortável para chamar de seu é almejado por muitos brasileiros que ainda não tem imóvel próprio. Além da felicidade, traz segurança e estabilidade. 

Mas como tornar esse sonho realidade? Separamos algumas dicas para compra do seu primeiro imóvel.

 

 

 

  • Se prepare financeiramente

 

Com o objetivo de comprar um imóvel, é preciso pensar nos custos. Pesquise sobre os preços de entradas ou de parcelas para financiamento de imóveis e trace um planejamento. 

É importante fazer um planejamento que caiba no seu bolso. Analise seu orçamento atual, considerando seus gastos – e os que podem ser cortados – para entender quanto pode ser destinado ao imóvel sem se prejudicar. Afinal, é a conquista de um sonho, não mais uma causa para dores de cabeça.

Um ponto a se considerar no  planejamento é inserir um valor a mais para possíveis reformas, mudanças de decoração, móveis, eletrodomésticos ou emergências que podem aparecer durante a mudança.

 

 

  • Pesquise as formas de pagamento

 

Há quem diga que a melhor opção é juntar o dinheiro completo para comprar o imóvel, mas nem sempre isso é viável. Uma reserva financeira pode ser muito tentadora para  usar com outros gastos. Por isso, o melhor é entender os modos de pagar pelo imóvel  e  ver  qual o que mais se encaixa na sua realidade.

Financiamentos com bancos podem ter alguns juros que façam o gasto ser  um pouco maior, mas tem uma maior possibilidade de adequar as parcelas no seu orçamento. Algumas construtoras e incorporadoras aceitam de entrada o FGTS, por exemplo.

Os financiamentos não são só com bancos. Loteadoras ou incorporadoras tem o próprio financiamento. A partir do contrato de compra do lote, a empresa entrega ao comprador carnês com os boletos que  financiam  a aquisição. 

 

  • Saiba qual tipo de imóvel quer e as características

Ao se planejar para a compra, é interessante ter em mente mais ou menos qual tipo de imóvel ou tamanho que quer. Casa, apartamento, com espaço de lazer ou sem, quantidade de quartos,  mobiliado  ou  não,  em qual parte de qual cidade. 

Faça uma lista das suas necessidades e prioridades. O que é essencial para que você se instale em um local? É importante pensar não só no agora, mas no futuro. As pessoas que compram um imóvel pensam em ficar ali por anos, senão a vida inteira.

Se esforce realmente para pensar no futuro, porque o que é a casa dos seus sonhos hoje, pode não ser tão funcional em questão de poucos anos.

Com essa ideia fica mais fácil de se planejar financeiramente. Através de uma  pesquisa  rápida, se tem noção dos gastos aproximados para adquirir o que queira. 

 

 

  • Visite o local em diferentes horários

 

Uma vez que já tenha decidido mais ou menos a localização que quer procurar seu primeiro imóvel, procure ir pessoalmente lá em dias e horários diferentes. 

Durante o dia  dá para medir se é um lugar de muito barulho, muito trânsito, quais os hábitos da vizinhança. A noite, são mais perceptíveis questões de segurança, como iluminação pública. 

 

 

  • Converse com pessoas que já passaram por isso

 

Amigos e parentes podem ter dicas valiosas. Ainda mais por geralmente viverem nas mesmas condições que você. Pode ser uma boa medida para prevenir inconvenientes  e aprender algum macete. 

 

Além  disso, eles podem ter contatos com pessoas de confiança, profissionais que os ajudaram nisso. Ou até já sondaram o local que você tem pretensão de comprar seu imóvel.

 

 

  • Procure entender seus deveres e direitos

 

Leia o contrato do negócio atentamente. Se for preciso, contrate a consultoria de um profissional do direito. Maioria dos contratos vem em uma linguagem difícil, mas é essencial que o comprador entenda todas as cláusulas. 

 

 

Ao adquirir o primeiro imóvel, o proprietário tem um benefício garantido pela Lei n° 6.941/81. É a redução de 50% na taxa da escritura e de registro dos custos relacionados à regularização no cartório. Porém, a compra deve ser concluída pelo Sistema Financeiro de  Habitação. 

Para  que consiga esse benefício, é necessário que o banco ou instituição financeira emita um tipo de atestado para ser apresentado ao cartório. É uma declaração de que é o seu primeiro imóvel e está sendo adquirido através do SFH.

Cabe aqui alertar a importância da escritura. Registrar o imóvel e mais uma segurança para o proprietário. É o documento que comprova, de fato, que você é o dono.

 

 

  • Procure um corretor de confiança

 

Além de dicas das pessoas mais próximas, o auxílio de um profissional pode ser muito valioso. Toda a experiência pode ser mais tranquila e segura, e as operações facilitadas.  

É  essencial buscar por quem tem boas referências, contatos e um ótimo atendimento. A Front é uma excelente opção que atende a todos esses requisitos. Nossos consultores estão preparados com todas as informações necessárias para lhe ajudar a encontrar seu primeiro imóvel.

 

Quer dar um passo a mais para conquistar o sonho do seu primeiro imóvel? Entre em contato com a gente.